Restaurante e Pousada Lago Azul

Hoje, contarei a história dos queridos Altair e Maria, proprietários do Restaurante e Pousada Lago Azul, na divisa dos municípios de Gonçalves e Camanducaia, a 1.760 metros de altitude da Serra da Mantiqueira.

Restaurante Lago Azul - Gonçalves (MG) - Foto: Aman Morbeck

Vista do restaurante com os lagos e os chalés no alto do morro.

No local, eles trabalham de forma apaixonada com truticultura, ou seja, criação – no caso deles orgânica (sem uso de nada tóxico) – de trutas em tanques alimentados com água límpida e fresca, em baixa temperatura, vinda de nascentes que descem até o terreno onde estão localizados.

Restaurante Lago Azul - Gonçalves (MG) - Foto: Aman Morbeck

Tanques e lago para criação das trutas; Altair alimenta as matrizes.

Quando Altair interessou-se  por esse assunto, há 26 anos, não havia literatura em língua portuguesa para lhe dar o suporte que precisava. Recorreu, então, a livros em língua espanhola e, com a prática, foi adquirindo o conhecimento que hoje lhe permite exportar mais de 90% dos alevinos que produz (em torno de 300 mil por ano!).

Restaurante Lago Azul - Gonçalves (MG) - Foto: Aman Morbeck

Pinça para separação dos ovos fecundados; trutas albinas "bebês" no tanque para crescimento.

As trutas-matrizes vivem por mais ou menos dez anos e a cada ano, no mês de maio,  são retiradas do tanque para desova, que é feita manualmente por Altair e Maria – casados há mais de 20 anos e juntos nessa lida desde então. Cada truta é retirada do tanque e sua barriga é apertada para expulsão dos ovos. Depois disso, ela volta ao tanque, de onde só sai no ano seguinte. Sobre esse processo, Maria conta, com carinho, como ele acontece: “Apenas de ano em ano revemos as matrizes e é um reencontro. Como pegamos cada uma nas mãos para desova, quando estão muito agitadas converso com elas para se acalmarem. Passa um pouco, elas acalmam e aí começo a trabalhar”.

Depois disso, eles misturam os ovos com os espermas, esperam a fecundação para então, também manualmente e sem fungicida, delicadamente separarem um a um os ovos gorados dos que foram fecundados corretamente com pinças de bambu que Altair fez especificamente para isso. Agora, imagine o trabalho: cada matriz tem de 3.000 a 4.000 ovos. Na fase de separação dos ovos Altair e Maria contam com a ajuda do filho Julio, hoje com 18 anos, que cresceu vendo os pais realizarem esse trabalho até somar sua mão-de-obra ao negócio familiar. Com o tempo, eles foram fazendo seleção e hoje seus tanques são repletos de trutas albinas. A próxima? Trutas azuis. Este ano, começa a desova das primeiras matrizes com essa cor incrível.

Restaurante Lago Azul - Gonçalves (MG) - Foto: Aman Morbeck

Interior do restaurante; vista para o exterior; os simpáticos proprietários Altair e Maria.

No local há um pesqueiro para visitantes e no restaurante Maria vai para a cozinha, enquanto Altair atende os clientes. No cardápio, pratos deliciosos feitos com trutas frescas servidas com vários molhos diferentes. O prato favorito de Altair é o sashimi; para mim, fico com filé grelhado e, se tiver na estação, molho de pinhão. Se não, opto pelo molho de azeite e amêndoas ou curry. Na verdade, é tudo delicioso! E a simpatia e o ótimo atendimento de Altair e Maria tornam tudo melhor.

Restaurante Lago Azul - Gonçalves (MG) - Foto: Aman Morbeck

Filé de truta com molho de pinhão - a aparência condiz com o sabor.

Os visitantes podem conhecer os tanques onde ficam os alevinos e as matrizes e o local onde os ovos fecundados são separados. Se quiser, também podem levar trutas congeladas para casa.

Em 2010 eles construíram, na parte alta do terreno, dois chalés confortáveis e com lareira para serem alugados. Ambos têm linda vista para os lagos, para o restaurante e para a mata ao redor. A 1.800 metros de altitude, são ideais para quem quer curtir o frio da montanha, principalmente no inverno.

Restaurante Lago Azul - Gonçalves (MG) - Foto: Aman Morbeck

A bem-cuidada área dos chalés e a vista que se tem de dentro de um deles.

Para chegar até lá, saindo de Gonçalves, é só seguir até o km 13 da estrada de terra em direção ao sertão do Cantagalo e à Camanducaia – há placas no caminho.

Restaurante Lago Azul - Gonçalves (MG) - Foto: Aman Morbeck

Parte de trás do restaurante com um dos lagos para pescaria.

Para contato: e-mail: trutalagoazul@bol.com.br
Celulares: (035) 9828-0501 – Julio / (035) 9982-5498 – Altair

(Texto e fotos: Aman Morbeck)

———————————————————————–

Outros posts relacionados (clique nos títulos para acessá-los):

Ditinho Joana

Queijos artesanais com amor

II Festival de Inverno de Gonçalves

Corpus Christi em Gonçalves

Anúncios
Esse post foi publicado em Gonçalves (MG) e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s